segunda-feira, 29 de julho de 2013

Figura(HUN): Lewis Hamilton

Finalmente! O inglês da Mercedes saiu de sua seca particular e conseguiu sua primeira vitória pela Mercedes em sua polêmica troca, quando saiu da McLaren, donde foi criado desde criança para brilhar na F1, para a emergente e endinheirada Mercedes. Hamilton não fazia questão de disfarçar seu incômodo em ver Nico Rosberg já ter duas vitórias este ano, enquanto Lewis ainda procurava vencer em 2013. Mesmo respeitando o amigo e companheiro de equipe do kart, Hamilton sabia que poderia superar Nico quando e como quisesse. Porém, mesmo na frente do parceiro de box no campeonato, a vitória não vinha. E ela começou a vir com uma volta sensacional no sábado, quando todos levavam a crer que Sebastian Vettel, que dominou toda a classificação na Hungria, ficaria com a pole. Porém, com o cronômetro já zerado, Hamilton conseguiu tirar um coelho da cartola e superar de forma até surpreendente Vettel e sair em primeiro no domingo. Mesmo largando muito bem, a prova prometia complicada para Hamilton, pois Vettel e Grosjean eram uma sombra constante a sua Mercedes devoradora de pneus e sem o feeling do teste de novatos no qual a Pirelli inaugurou uma nova gama de pneus, mas a Mercedes ficou de fora. Porém, Hamilton segurou bem a barra e foi agressivo em sua volta à pista quando ultrapassou o antigo companheiro de McLaren Button, enquanto Vettel e Grosjean ficaram várias voltas empacados atrás da McLaren. Enquanto Sebastian e Romain perdiam tempo, Hamilton abria uma vantagem considerável que lhe garantiu a vitória mais tarde. Demonstrando o quanto estava faminto pela vitória, Hamilton ainda teve tempo de executar duas belíssimas ultrapassagens sobre Mark Webber quando retornou à pista, surpreendente o australiano em manobras em locais pouco prováveis. Foi a redenção para esse piloto de um enorme talento, mas com uma cabeça ainda frágil, mesmo já estando em sua oitava temporada de F1. 

3 comentários:

John disse...

Hamilton com certeza tem muito a mostrar ainda. Acho que ele se daria muito bem com uma RBR. Será que ele teria melhores chances em uma RBR ou Numa Lótus?

João Carlos Viana disse...

Difícil dizer, mas da mesma maneira que o Vettel não quis Alonso, ele não irá quer Hamilton na Red Bull!

João Carlos Viana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.